Nada

Nada

Não é o momento, mas passei recentemente pela experiência, então, irei expô-la

Nada

Nada de Nada

Tudo Vazio

Cheio de Nada

É assim que nos sentimos depois de uma breve descoberta de que não é inteligente confiar nas pessoas! Depois de anos de experiências (boas e ruins), chego a algumas conclusões (talvez errôneas, precipitadas, mas que levarei como minhas próprias lições). É raro me distanciar de uma pessoa, mas, como todo raro, as vezes acontece. Uma vez briguei com um amigo. Pra mim era uma coisa boba, momentânea, mas comecei a ser ignorada por ele! E comecei a achar que pior que muitos sentimentos, era aquele! Você estar ali e não existir. E tenho re-experimentado isso de novo, mas com alguém que pouco aprecio e vejo que tal sentimento não chega nem perto de um problema. Pior que isso, bem pior, passei nos meus últimos meses. E ainda bem que passei, e que passou! Seguido uma série de acontecimentos que me envolvem, fiquei tão (TÃO) saturada de tudo e de todos. Foram roubos, mentiras, falsas pessoas, duplas identidades, grosserias, falta de consideração, sem contar o estresse que o próprio dia a dia universitário unifespier propicia naturalmente. E foi então que, ao invés do ocorrer o obvio e eu estourar, o oposto me ocorreu. Simplesmente era um nada! As coisas mais absurdas me aconteciam e não me dava por mim. Parecia que depois de tanta coisa junta e ao mesmo tempo, não era possível humanos bons, não era possível acreditar e nada mais em atingia; por que nada mais me fazia sentido. Grande parte do que eu tinha construído tão lentamente durante anos vai por água abaixo junto com todos os meus conceitos. A identidade que tentei dar às pessoas que me cercavam, todas em vão. Por que as pessoas estão em constante metamorfose e nunca serão o mesmo. E as mesmas não estão aqui para nos satisfazer. FATO. E quando tudo isso se quebra, e você cai, nada mais te atinge, mas não de um ponto de vista bom e feliz, mas de um péssimo ponto de vista. Por que chega a tal estado que nem as coisas boas conseguem te fazer bem, e você simplesmente é um vazio, um nada. É um momento de reflexão, de mudança, mas que não sabe-se mais o que quer sentir e ser. É simplesmente a pior sensação que eu já tive. É preferível estar triste e saber por que se está do que estar cheio de nada!


De nada!


Obrigada!!

De nada =)

Comentários

  1. Nem me fale sobre isso... Geralmente fico feliz em entrar e ler aquele texto belo e muitissimo bem escrito, mas essa vez, mesmo sendo muitísismo bem escrito, eu me encontrei no meio dessas linhas, e não de uma forma boa. E acho ainda, Danny, q posso lhe dizer que ainda pior do que ser ou sentir um nada completo, é você ser apenas uma imagem... Todo mundo acha que te conhece e ninguém tem nem noção do que você está passando ou sentindo, até pq tudo isso é um nada.
    Como vc mesma disse, bobagem nossa achar q as pessoas estão por aqui pra nos satisfazer de alguma forma... Mas saiba que, precisando de algo, de uma conversa sobre isso ou algo do tipo, GRITE! Sou seu vizinho e vou ouvir pela janela.. =^)

    Mil beijos!

    ResponderExcluir
  2. Ola sou o Marcony do Blog Comedia, eu add o seu link.

    Eu tenhom uma pergunta, vc mesmo quem escreve os seus textos?

    pois são muito bons, vou dar uma fuçada maior depois... parabens

    ResponderExcluir
  3. Olha só, recebendo elogios diversos heim...
    Ah eu diria que quem nunca sentiu, com certeza sentirá um vazio de vez em quando... é ruim, mas ao mesmo tempo é bom, porque faz a gente refletir um bocado de coisas... Mas a decepção pelas pessoas é inevitável, leve tudo como aprendizado, afinal ninguém é perfeito mesmo...

    ResponderExcluir

Postar um comentário

Postagens mais visitadas deste blog

Por que namoramos?

Sobre um ano difícil, um ano pesado.

Sobre as pessoas que nos cercam...