Postagens

Mostrando postagens de Setembro, 2009

Minhas atitudes...

Imagem
...em sua maioria são bem pensadas e repensadas. Sou até conhecida por aquela virginiana sistemática, que só trabalha com uma ordem premeditada e objetiva. Mas nem todos são assim, e como nem tudo são flores na vida de... Há, deixe pra lá, a questão é que as vezes nos deparamos com situações que sinceramente nos decepcionam, e novamente as pessoas não tem a noção da tamanha força que suas palavras jogadas sem escrúpulos nenhum possuem. E aos poucos separamos as palavras verdades e as palavras mentiras, assim como o fazemos com os ditos ‘colegas’, que se separam em amigos e pessoas. O problema é que até sabermos disso, nos apegamos e desapegamos... Nos identificamos e tomamos um pouco daquele em nós. E nos formamos a partir deste. E a perda, inevitavelmente causa dor, daquilo que um dia já fomos!

Coisas Viajantes!

Imagem
Nossas coisas viajam mais do q nós mesmos...Não é a primeira vez que penso nisso, e já faz um tempo que notei. Mas as nossas coisas viajam mais que nós, e confesso, que muitas vezes sinto até uma invejinha... Sim, claro, por que não? A minha água, por exemplo, veio de Águas de Lindóia, e por que eu nunca estive lá? O morango certamente já passou por Atibaia, lugar que só vejo sobre as rodas do carro, mas nunca tive a oportunidade de pisar na mesma terra de que ele veio. E o refrigerante de Londrina?! Há algumas semanas, vi na TV o repórter perguntando se a moça sabia de onde tinha vindo a sardinha que ela estava comendo. E tinha vindo de Santa Catarina, pescada um dia antes, ou seja, minha sardinha , o peixe de pequeno porte, aquele simples, que vende até em lata! Ela mesma já sentiu as ondas de Santa Catarina, e eu aqui, ainda, na mesma. Sem contar os produtos importados, ou aqueles trazidos por amigos... Aquele bichinho de pelúcia que veio da Disney, aquele eletrônico da China, a be…

Que Vontade

Imagem
...de deitar na grama, sentir o cheiro de terra molhada, e ver o pôr do sol ao som de jack johnson...

... de abraçar um labrador no meio do parque...

... de viajar, colocar os pés pro ar, e ouvir todos os tipos de música...
... de sentir a onda batendo contra meu corpo...

... de viver (e reviver) todo momento paz... de todo momento risada!'

... que vontade...
...e, que vontade de chorar qdo lembro de todos momentos q passei iguais a esses...

Nada

Imagem
NadaNão é o momento, mas passei recentemente pela experiência, então, irei expô-laNadaNada de NadaTudo VazioCheio de NadaÉ assim que nos sentimos depois de uma breve descoberta de que não é inteligente confiar nas pessoas! Depois de anos de experiências (boas e ruins), chego a algumas conclusões (talvez errôneas, precipitadas, mas que levarei como minhas próprias lições). É raro me distanciar de uma pessoa, mas, como todo raro, as vezes acontece. Uma vez briguei com um amigo. Pra mim era uma coisa boba, momentânea, mas comecei a ser ignorada por ele! E comecei a achar que pior que muitos sentimentos, era aquele! Você estar ali e não existir. E tenho re-experimentado isso de novo, mas com alguém que pouco aprecio e vejo que tal sentimento não chega nem perto de um problema. Pior que isso, bem pior, passei nos meus últimos meses. E ainda bem que passei, e que passou! Seguido uma série de acontecimentos que me envolvem, fiquei tão (TÃO) saturada de tudo e de todos. Foram roubos, mentiras…