Postagens

Mostrando postagens de Novembro, 2009

Na balança...

Imagem
Prendemo-nos a um conhecimento de livros e doutores, mas nada adianta se não somos vistos como alguém com tal conhecimento. Frequentemente me deparo com pessoas implorando dietas milagrosas, ao mesmo tempo que vejo casos de sobrepeso, diabetes, hipertrigliceridemia, hipercolesterolemia e síndrome metabólica na própria família. As pessoas (sempre) estão a procura de um corpo perfeito, caindo nas armadilhas da ditadura da beleza. Emagrecer por que é beleza. Emagrecer por que ELA e magra. Emagrecer por que é a conspiração mundial. E o mais absurdo disso tudo é que a sociedade se acostumou a facilidade para tudo. Não necessitamos mais subir escadas e nem escrever a próprio punho os trabalhos e cartas que desejamos. Conversar com alguém só cada um na sua casa. Dor de cabeça resolvemos na farmácia. Ocultamos os sinais para não cuidar da causa, e tudo sem esforço. Da mesma forma, e sem esforço nenhum, queremos emagrecer a base de dietas milagrosas, em poucas semanas. O que faço pra emagrecer…

Citando...

Imagem
Crescer é algo muito rápido. Um dia você usa fraldas e no outro você vai embora. Mas as memórias da infância permanecem com você. Lembro-me de um lugar, uma cidade, uma casa como várias outras casas, um quintal como vários outros quintais, em uma rua como várias outras ruas. E o fato é que, após todos estes anos, eu ainda olho para trás e penso: "foram anos incríveis"

(Palavras sábias de Kevin Arnold, Anos Incríveis)

Cansei...

Imagem
O significado vale mais que um estar perfeito ou deixar de ser.

Tem coisas que só conseguimos quando caminhamos pelos próprios pés. Mas aí perde o significado todo. E já é tarde demais...



A ignorância, às vezes,é uma benção.


ps. sem comentários do tipo sermão

Sobre as coisas do mundo (sessão fds)

Imagem
Não exatamente sobre as coisas em si, mas sobre o próprio mundo. Fato é que um contato a mais com a natureza nos faz muito bem, e digo isso, sim, após alguns banhos. Talvez nos faça tão bem por que na verdade devíamos estar junto e em conjunto com ela, e não apenas paralelamente (quando paralelamente). Os primeiros banhos foram no mar, aquele azul, as ondas, o som, a areia e o sol. As bolhas de oxigênio que se formam, deixando mais belo o que já é lindo por si só. A nada se compara. Mas o que lavou minha alma de começo ao fim foi simplesmente um inesperado banho de chuva que consegui ver se aproximando por todos os lados até que me atingiu. De bicicleta, pedalava, enquanto ela lavou meus cabelos, meus olhos, meu rosto, meu corpo. Embaçou a vista, me deu novos olhares. Me benzeu do começo ao fim. Escorreu junto com a água minha angústia e males, meu estresse e infelicidade, e só ficou a paz, pra se levar só o que for bom... E isso basta.

Outra dessas coisas do mundo é (e insisto no tema…