Sobre términos.

Os cortes que você fez na sua pele
Ainda sangram e cicatrizam minha alma;
aos poucos se acabou a minha calma,
e o que era amor, hoje em dia me repele.

Eu me perdi com você nos seus sonhos,
Planejei um futuro meu e seu.
Como que a gente segue, sem olhar nos olhos,
Se  nao sei mais separar  você e eu.

Mas preciso acabar com essa dor
Vem, e pega suas coisas, por favor.
E me liberta, me devolve o que é meu.

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Por que namoramos?

Sobre as pessoas que nos cercam...

Sobre a vontade de crescer