Sobre a Vontade, o Foco e o Mar!

Assista ao vídeo e som lindíssimos:


É engraçado ver como força de vontade é uma característica pessoal mesmo. Tem gente que tem, e tem gente que não tem.
Mas o pior de tudo é que essa é uma característica desenvolvida ao longo da vida. A gente cria na nossa cabeça como quer a nossa vida, e vai atrás!

A gente cria nosso objetivo. E sabe pra onde tem q remar!

Mas,
Tem pessoas que não. E eu sinceramente não as entendo. Pessoas que vivem das costas dos outros. Do trabalho dos outros. E não se preocupam em melhorar, crescer. Pessoas que infelizmente estão sujeitas a viver no abismo, no risco de cair a qualquer hora.

Eu não, eu prefiro o mar. Uma imensidão de possibilidades. Tem onda pequena que a gente passa fácil, tem onda grande, que quase afoga a gente, mas continuamos lá, remando rumo a ele. O mar renova nossa alma. A água salgada puxa a gente pra dentro do mar, e não deixa mais a gente voltar. É a nossa força de vontade!

Mas cansa, viu? Remar pelos nossos objetivos cansa demais e requer muito cuidado para descansar na proporção ideal e não adoecer, pra não morrer na praia de tanto remar.

Nosso objetivo é tipo uma ilha, bem bonita, deserta, só sua. Você sabe pra onde ir, mas não sabe o caminho mais rápido, o mais fácil e nem o melhor.

É preciso força de vontade.
E assim é na nossa vida também.

Você, enquanto rema rumo a ele, vai ver várias pessoas que ainda não sabem nadar, que voltam e vão querer uma carona sua. Você até pode ajudá-las um tempo, mas elas tem que saber que precisam aprender a remar sozinhas. Por que você também quer chegar na sua ilha. E ela é só sua e de quem você quiser convidar pra traçar essa aventura  junto com você pra lá! 

Como viver sem um objetivo. Como não querer conhecer sua ilha deserta paradisíaca? Como não ter vontade de remar, de tomar banho de água salgada e limpar a alma, e ir pra lá, pra onde a onda me levar! 

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Sobre um ano difícil, um ano pesado.

Por que namoramos?

Sobre as pessoas que nos cercam...