Linhas tortas

Ao ver fotos antigas, estava pensando em como tudo foi tão bom e tão certo. As pessoas que conheci na infância, algumas com quem ainda falo, algumas falei só de passagem, outras nem sei mais onde estão. As idas e vindas do colégio, 1 hora e meia de ônibus, mais o curso técnico, as brigas, as festas, as provas e o tcc. E o desejo profundo e infinito de estudar na tão aclamada e desejada USP. É, eu também achava. Eu também queria.

Até descobrir que o que destino nos guarda as vezes é muito melhor. Sempre fui contra achar que tudo depende do destino. Mas existem acontecimentos que só podem ser coisa desse velho conhecido. Eu sempre quis estudar na USP, até estudar na Unifesp e descobrir que o mais difícil e trabalhoso pode ser o melhor. Morar sozinho... Aaaaaaaaaaaaaaaaah, a saga de morar sozinho. Sofrer limpando banheiro, lavando louça, e fazendo a própria comida! Crescer! E ter a liberdade de se descobrir você mesmo! Quem é você quando seus pais não estão por perto, ou quando ninguém vai falar que não te permite. Quem é você por você mesmo. Depois de formada troquei a cidade litorâneo pela capital meio forçada, mas da mesma forma que fui pra Santos, de inicio, sem muito me agradar, quem sabe o que o destino nos reserva.

Hoje eu tinha uma prova, e nem eu mais acreditava que eu conseguiria chegar a tempo. Isso por que estava no hospital aguardando uma retirada de pinos. E pra minha surpresa, antes das 7 e meia, já estava eu tendo alta hospitalar! Cheguei a tempo, fiz a prova (que até atrasou 30 min). Se eu tivesse saído 30 minutos mais tarde do hospital, até teria desistido de ir, sem saber que a prova nem havia começado. Qual era a probabilidade de eu chegar a tempo e com a mão boa para escrever? Aaaah destino, tenho que te agradecer. Essas coincidências (que até tem me acompanhado com certa frequência ultimamente), sempre amiguinho do destino é o que me fascina. Quando tudo conspira a seu favor, é a tua hora. Mesmo que você não passe, mas você tentou. É o que importa. A gente nunca sabe em qual rua a gente vai se encontrar!


Comentários

  1. Humilhado pelos seus posts muito bem escritos, decido não postar mais em meu blog! hahahahha.
    Cara, bem loko!

    Rafael.

    ResponderExcluir
  2. hahaahahah! Obrigadaaa =))
    Mas o seu é bem mais atualizado ;)
    Eu fico esperando meu momento inspiração! hahahaaha...daí mal escrevo 1 vez por mês!

    Beijoo!

    ResponderExcluir

Postar um comentário

Postagens mais visitadas deste blog

Sobre um ano difícil, um ano pesado.

Por que namoramos?

Sobre as pessoas que nos cercam...