Para os netos...

Eu achava que não teria muitas historias interessantes pra passar adiante, sobre minha história, minha vida e essas coisas. Mas nos últimos meses, fatos que ocorreram foram bastante interessantes, e serei dessas que um dia ainda estarei sentada no sofá, com os netos ao redor, a coberta nas pernas, e contarei sobre as doideras que fiz quando tinha meus 20 e poucos.

“Sim, ainda me lembro como se fosse ontem. Estava eu já no último ano de faculdade, quando comecei meus estágios. E um certo dia acordei tão sonolenta que sai de casa pra ir trabalhar 1:40 da manhã! Pois é, cheguei no ponto de ônibus às 2:00 horas e me dei conta do que tinha ocorrido. Mas o maior de todos os acontecimentos nem foram as saídas pro estágio na madrugada, e nem as idas de bike à praias desconhecidas do Guarujá. Se perder fez parte também. Bem como perder a chave da bike à Km de distância de casa.

O que ficará mais ainda na memória, é que numa certa noite, na república estudantil da qual eu participava, uma das minhas amigas perguntou por que não participar de um concurso, da qual estava valendo geladeira, TV e vídeo game do mais moderno na época. Mas se fossemos participar, tinha que ser pra valer. E de uma maneira como nunca antes, todas se comprometeram. O concurso parecia bem fácil, e estávamos prontas pra começar. Tratava-se de diversas tarefas semanais, da qual deveríamos cumprir, gravar e publicar vídeos. E havia ainda as tarefas surpresas, da qual deveríamos publicar o vídeo antes que terminasse o dia.

A primeira tarefa já mostrou de cara que de fácil, não teria nada. Teríamos sim, que carregar a rainha da nossa republica pelas ruas da cidade. E a rainha ainda deveria usar coroa e faixa. Bem, adivinhem quem era a rainha da república? Rendeu altos risos. Um dos dia, tivemos também que sair totalmente de amarelo na rua, pintadas mesmo! E era impossível não chamar a atenção! Eramos omeletes e mostarda. Menos as latinhas de Skol que tanto queríamos parecer! É engraçado pensar em como vergonhoso foi sair de amarelo. E é engraçado pensar que passar por isso foi muito bom! Vergonha de quê e por quê? Eram pessoas desconhecidas que nunca mais veríamos. E não estávamos sós. Éramos 6 (que nome de novela, hein?), e estávamos juntas nisso. Ainda gravamos clipe daquele tal de Akon, nossa colega pintada de guache preto fez a alegria do pessoal! Doamos sangue, fizemos um samba com dois rapazes que nem conhecíamos! Gravamos com a moça que vendia churros, voltamos pra casa da balada de carrinho de supermercado. Deitamos no chão, formando palavras, fizemos hinos, reverenciamos pessoas de amarelo na rua. Filmamos clipes na nossa casa. Rimos. Brigamos. Discutimos. Rimos ainda mais. Sentimos que depois disso, estávamos preparadas pra tudo! O concurso nos fez, de alguma forma, viver.

E a apuração da república?? Esperamos quase 1 mês pra saber os nomes da repúblicas ganhadoras. A ansiedade fez úlceras no estômago das meninas. E os vídeos das outras repúblicas? Passávamos dias inteiros rindo da palhaçada alheia. Foram dias muito bons! Foram dias bem vividos! Esses dias, pra mim, sempre foram eternos! Estávamos juntas, principalmente, por que era bom estar juntas, e passar juntas por mais um desafio. Fizemos tudo juntas por que essas pequenas loucuras que nos dão o gostinho da vida, que nos fazem rir e sorrir. São ELAS que nos dão nossos SORRISOS LARGOS!

Comentários

  1. A praia finalmente.. Lá vou eu!!!!lembra disso danny ??!! auahuah

    e nunca vamos esquecer mesmo ahauhau

    ficou lindo parabensss

    ResponderExcluir
  2. Vai deixar Skol pros seus netos...serão todos alcoolatras!
    Kwkakwkawkawkakwa
    Boa, tia Danny! Alguém que compartilhou tanto da diversão desse concurso como eu. Em casa apenas Renan e Animal devem ter se sentido asssim, como nós. Mas que foram momentos divertidíssimos, indubtavelmente! É isso, sabemos que estamos vivos quando fazemos coisas idiotas, é nãO?hehehe
    E parabéns, vocÊs vão ganhar, e mereceram! Tem algumas rep que vao ganhar que num merecem nem um tomate! Vids mto ruins, pouco empenho. Mas vocês. REALMENTE merecem!=)

    ResponderExcluir
  3. Se ganhamos os prêmios? Já nem me lembro mais! O importante mesmo, crianças, são as lembranças.



    Essas ficaram para sempre.

    ResponderExcluir
  4. Incrível como a melodia da música casou tão bem com o cavalgar das palavras. Mandou muito bem, Danny. =)

    Renan.

    ResponderExcluir

Postar um comentário

Postagens mais visitadas deste blog

Sobre um ano difícil, um ano pesado.

Por que namoramos?

Sobre as pessoas que nos cercam...