Postagens

Mostrando postagens de 2014

Sobre as trajetórias, a persistência e os finais felizes e tristes

Imagem
É estranho, mas no fundo, quem não gosta do típico final previsível. Digo, não precisa ser totalmente previsível, mas a gente sempre torce pro lado do bom moço que depois de tanta coisa ruim, vai dar tudo certo e ele será feliz para sempre.

Não pra "sempre", pois sempre acaba sendo um espaço de tempo muito longo e imprevisível, mas que pelo menos no momento do final da história, ele tenha alcançado seu objetivo e esteja no seu momento feliz.
Quando você assiste How I met your mother (atenção, contém Spoilers), uma série americana dinâmica e engraçada que conta as histórias de 5 personagens jovens, você cria uma certa expectativa ao seu final. Analisaremos então os seus personagens, para você, que já tem alguma idéia do que se trata a série e do que estou falando.
Durante os 9 anos, o retrato de Marshal e Lilly não poderiam caminhar para outro, senão o do casamento típico e perfeito, com brigas mas com muito amor e claro, alguns filhos pra completar a família.
Robin, a menina de …

Sobre os seis

Imagem
Hoje completo 182 dias com ele! Eu sei, ainda não são os 500, mas minha meta também não é essa. É muito maior. 
São 06 meses de sorrisos largos, de risadas bobas, de coração batendo forte, de cervejinhas, cafés, açaís, e sucos de laranja! São 182 dias de livros de economia e administração! rs. São 06 meses de whatssapp e clicks!
E são seis meses que eu to descobrindo outra eu! A que fica com o coração apertado, com um sentimento incontrolável, toda vez que ele tem planos que não te incluem. Aquele sentimento de uma concentração de adrenalina ali dentro de você, que quer explodir de raiva, ciúmes e lágrimas tudo junto. A verdade é que a gente tenta fugir, mas não consegue. Fazemos parte dos clichês de namorados. Ciúmes, briguinhas e apelidinhos carinhosos não fogem da gente.
São 06 meisinhos que deito a cabeça no travesseiro e fico triste quando não converso com você. E 06 que são mais felizes quando deito no seu ombro, na sua barriga e seguro sua mão. São 6 que ele fica bravo quando o cha…

Sobre meus Sorrisos largos, minhas fases da vida e a Blognostalgia.

Imagem
Aaaaaaaaaah esse blog. Vezes ou outra me pego visitando e relendo todos os textos, e revendo todos os comentários e lembrando de todos os motivos de braveza que me fizeram escrever cada texto aqui neste espaço. É uma verdadeira sessão nostálgica, com direito á pipoca e coca-cola. mas tenho que admitir, depois de ler todas as postagens, sei que meus sorrisos nunca estiveram tão largos nessa minha vida. O blog é quase um diário on line. Escrevo sentimentos antes de textos e todos tem motivos. E o de hoje são os sorrisos largos, são os dias de trabalho alegres, são os dias de sol, e os de chuva também. São os clicks e os lugares novos, e as risadinhas e os novos grupos.
Percebo também que nossa vida é feita de muitas fases e achei que essa aqui não chegaria! Mas cá estamos. e minhas fases são bem claras, ainda mais com a ajuda de um Blog como esse... Começamos bem bobos e bestas, escrevendo coisas bizarras em fotologs e postando inutilidades públicas nesse mundo da internet. Daí crescemos…

Sobre as esperanças de um ciclo renovado!

Imagem
É, ano novo, vida nova. Mais uma vez nosso planeta completou aquele movimento de translação e estamos aqui novamente brindando e comemorando. É estranho uma data assim ser tão comemorada! Pare para pensar,é apenas um movimento da Terra. Mas não, nós todos nos preparamos, fazemos festas realmente grandes, por que mais um ano se inicia. É estranho, mas é bom! Gosto disso, de ter um dia pra agradecer não só um motivo, mas tudo que tem nos acontecido! Brindar que o que ficou, ficou, e em 2014 entra com a gente nossas maiores alegrias.
Como já dizia Drumond, que genial foi a idéia de cortar o tempo em fatias! É o tempo ideal para renovar as esperanças, para lavar a alma nas sete ondas, esquecer o que aconteceu ontem e olhar pro ano que se inicia hoje! É essa mudança de segundo no relógio que faz parecer como mágica que acordaremos diferente. É como fosse uma nova oportunidade de se deixar ser feliz. 
É aquela vontade... De no primeiro dia de ano, pegar todos os seus extratos, e sem explicação…